RÁDIOS
Campo Grande, 19 de julho

Nova fábrica em Ribas terá aporte de R$ 4,6 bilhões

Projeto que tinha previsão de investimento de R$ 14 bi irá chegar a R$ 19,3 bi

Por Rosana Siqueira
11/11/2021 • 08h00
Compartilhar

A Suzano Papel e Celulose, a maior produtora global de celulose de eucalipto, está investindo mais R$ 4,6 bilhões no megaprojeto denominado Cerrado, onde a Companhia está construindo sua maior fábrica na cidade de Ribas do Rio Pardo, no estado do Mato Grosso do Sul. Com mais este montante, o investimento total no projeto chega a R$ 19,3 bilhões.  A expectativa é que o empreendimento inicie operações no segundo semestre de 2024.

O investimento total da Suzano é da ordem de R$ 19,3 bilhões, com capacidade de 2,55 milhões de toneladas anuais e, segundo a maior produtora global de celulose de eucalipto, o custo/caixa de produção do projeto Cerrado, no estado do Mato Grosso do Sul, será inferior a R$ 500 por tonelada em termos reais após o ramp-up e abaixo de R$ 400 por tonelada, após 2030.

A maior parte dos desembolsos da Suzano relativos ao projeto Cerrado irá ocorrer entre 2022 e 2023. Além de aumentar em mais de 20% a capacidade de produção de celulose da Suzano, a operação da nova fábrica em Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul, também contribuirá para o cumprimento de metas ESG (sigla em inglês para as melhores práticas ambientais, sociais e de governança), já que o novo empreendimento da companhia terá baixo nível de emissão de carbono e irá contar com tecnologia de gaseificação da biomassa para substituição de combustível fóssil nos fornos de cal.

CBN: BANNER DIGIX 01.01 A 30.06.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante o pico de construção da unidade, a Suzano divulgou que devem ser gerados aproximadamente 10 mil empregos diretos, além de milhares de empregos indiretos. Depois de concluída a obra, a nova fábrica empregará cerca de 3 mil pessoas entre colaboradores próprios e terceiros. Parte dessas pessoas já está sendo capacitada na própria região.

Recentemente, a Suzano em parceria com o Senai, abriram 250 vagas para quatro cursos de formação profissional em Ribas do Rio Pardo, na região central de Mato Grosso do Sul, onde a empresa vai construir sua nova fábrica. As formações foram realizadas em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). 

Carbono Neutro 
A nova fábrica irá atenuar os efeitos das mudanças climáticas relacionados ao aumento da oferta de geração de energia renovável no país, com capacidade para exportar aproximadamente 180 MW ao sistema elétrico do Brasil. Esse novo projeto da Suzano caminha para ser a primeira unidade do setor de papel e celulose no país considerada livre de combustível fóssil, um novo marco da empresa em ecoeficiência, que evidencia o compromisso com a sociedade e com o planeta.

A efetivação do projeto, que terá capacidade para produzir 2,3 milhões de toneladas de celulose de eucalipto anualmente, resultará na maior fábrica de celulose em linha única do mundo, mas ainda depende de condições precedentes, como o atendimento aos parâmetros estabelecidos na Política Financeira da Suzano e as negociações com fornecedores. O Projeto Cerrado terá como principal fonte de recursos a geração de caixa da empresa, podendo ser complementado com financiamentos, desde que as condições sejam atrativas em termos de custo e prazo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande