Campo Grande, 28 de setembro
29º C
(67) 99229-0519

“O medo continua, mas ela precisa estudar”, diz mãe sobre o ensino presencial

Com restrições e expectativa de melhorar o aprendizado, alunos voltaram a sala de aula nesta segunda

Por Isabelly Melo
26/07/2021 • 16h01
Compartilhar

Nesta segunda-feira (26), as 204 escolas da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande voltaram a receber os alunos presencialmente no modelo híbrido. Com restrições e medidas de biossegurança prevista no plano de retomada das aulas, estudantes farão escalonamento durante as semanas.

Aferição de temperatura, máscara e uso de álcool em gel são obrigatórios para entrar na escola

Na Escola Municipal Prof. Vanderlei Rosa de Oliveira, a diarista Leidiane Martins foi uma das mães presentes na retomada do ensino presencial. A filha, Sabrina Mariane Martins, de 12 anos, relatou a mãe que não conseguiu se adaptar ao ensino remoto, ficando com inúmeras dúvidas, principalmente em matemática.

“Online não é fácil, porque é muita criança para responder. Eu não tenho estudo suficiente para ajudar ela, e ela optou em vir por isso, porque aí ela tá com o professor, pode tirar a dúvida em sala de aula. Ela precisa estudar, ensino é tudo”, contou.

Leidiane, que ainda não está imunizada contra a covid-19, disse ter medo da filha ser contaminada pelo vírus e, justamente por isso, reforça desde o início da pandemia os cuidados que a filha precisa tomar. “Ela sabe que não pode abraçar, não pode ficar brincando de pegar, então nesse ponto ela é esperta. Só que a gente reforça em casa, tem garrafinha para não ter que beber no bebedouro, porque criança é terrível né. O álcool ela tem, a toalhinha. O medo continua, mas ela precisa estudar”, disse.

Alunos receberam kit com uniforme, incluindo máscara de proteção

Durante o primeiro dia os alunos receberam kit com uniforme e duas máscaras, que são de uso obrigatório dentro da escola. Além disso, foram orientados, assim como os pais, sobre os protocolos de biossegurança para entrada, permanência e saída da escola.

“A escola está toda equipada, usando toda a proteção individual. No portal terá distanciamento de um aluno para o outro, todos de máscara, também higienizarão as mãos ao entrar, com servidores fazendo esse trabalho e higienização e medição da temperatura de todos que adentrarem o ambiente escolar.”, explicou a Superintendente de Gestão e Normas da SEMED (Secretaria Municipal de Educação), Alelis Gomes.

Conforme a diretora da Prof. Vanderlei Rosa, Luciane Ferreira, durante as 3h de permanência dos alunos o lanche será servido dentro das salas de aulas, respeitando o distanciamento de 1,5m entre os estudantes.

Diretora disse que maioria dos pais assinou termo para retorno presencial dos filhos 

“Eles vão entrar 7h, lá pelas 8h30 vão servir o lanche na sala de aula para que eles possam ficar em segurança. Só sairão para beber água e ir ao banheiro. Nós sugerimos que eles trouxessem garrafinhas, com o nome, mas a gente tá equipado com copo descartável para eventuais situações”, explicou.

Cada escola possui escalonamento próprio de alunos, conforme a capacidade das salas de aula, sendo que as turmas já foram orientadas sobre dia e horário das aulas presenciais. Os alunos que optaram por seguir apenas com o ensino remoto receberão auxilio de servidores da SEMED durante as aulas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande

VEJA MAIS