RÁDIOS
Campo Grande, 15 de julho

Primeira semana de julho é marcada por queda nos preços do milho

Em Mato Grosso do Sul os preços médios do milho fecharam a semana em R$ 47

Por Duda Schindler
09/07/2024 • 07h30
Compartilhar

Movimento de queda nos preços do milho foi intensificado na primeira semana de julho. De acordo com pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a pressão é reflexo do aumento da oferta do cereal no spot, do bom andamento da colheita de segunda safra e das desvalorizações externas.

Além desses fatores, muitos consumidores brasileiros evitam adquirir grandes volumes e priorizam o recebimento de lotes negociados antecipadamente à véspera de novas desvalorizações.

Do outro lado, pesquisadores do Cepea apontam que os vendedores, embora estejam flexíveis, apostam em uma pequena recuperação fundamentados na baixa produção nesta temporada e no clima desfavorável durante o desenvolvimento da atual safra - como as enchentes no Rio Grande do Sul e a seca no Sudeste e em partes do Centro-Oeste.

De acordo com a Scot Consultoria, em Mato Grosso do Sul os preços médios do milho fecharam a primeira semana de julho em R$ 47/saca de 60 kg. 

*Com inforamções do Cepea

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande