Paranaíba, 05 de agosto
23º C
(67)99272-4655

Vigilância não encontra maus-tratos nem crimes

Não foram identificados problemas nos cuidados com os animais.

Por Redação
01/09/2018 • 08h12
Compartilhar

A equipe da Vigilância Ambiental de Paranaíba foi, nesta semana, à casa de uma família que tem 12 cachorros, onde vizinhos reclamam de mau cheiro e de barulho, segundo reportagem do Jornal do Povo em sua edição de 25 de agosto.  De acordo com o veterinário Gilson Luiz Piva Filho, responsável pelo setor, não foram identificados problemas nos cuidados com os animais.

Segundo o médico, os animais estão com vacinação em dia e são bem alimentados. Além disso, o local onde os animais são mantidos não tinha acúmulo de sujeira. “No dia em que estivemos no local não foi constatado que havia nem fezes. O local estava muito bem limpo”, disse. “Não há uma legislação municipal que determine a quantidade de animais para uma pessoa criar em casa. São 12 animais de grande porte, e é isso que incomoda”, afirmou. Na cidade não há um local apropriado para que os animais sejam levados em caso de maus-tratos. 

O veterinário disse que somente com a constatação de maus-tratos é possível que seja feito o recolhimento de animais, como em caso de fome,  abrigo inadequado ou espancamento. “Em casos assim, orientamos que deve se fazer boletim de ocorrência [policial]. O dono pode perder a guarda do animal”, informou. 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de Cultura FM 106,3 - Paranaíba

VEJA MAIS