RÁDIOS
Três Lagoas, 18 de junho

IFMS deve manter prazos de inscrições de processos seletivos até fim da greve

Decisão é da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) porque, ao final do movimento grevista, os calendários acadêmicos dos dez campi precisarão ser ajustados

Por Redação JPNews
11/06/2024 • 13h33
Compartilhar

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) decidiu manter abertos os prazos de inscrições de três processos seletivos até o fim da greve de servidores da instituição, que completou dois meses.

A decisão foi tomada pela Pró-Reitoria de Ensino (Proen) porque, ao final do movimento grevista, os calendários acadêmicos dos dez campi precisarão ser ajustados e, por isso, os cronogramas desses processos seletivos serão atualizados. Os três editais são para ingresso de novos estudantes no 2º semestre letivo.

No caso das seleções para cursos técnicos subsequente e da Educação de Jovens e Adultos (Proeja), a decisão de manter as inscrições abertas foi tomada em 29 de maio. Já no processo seletivo para a graduação, a informação foi divulgada no início de maio. Os comunicados estão publicados nas respectivas páginas dos editais, na Central de Seleção do IFMS.

JPNEWS: BANNER FAMÍLIA É TUDO 14.05 A 23.12.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Saiba quais são as seleções que serão mantidas clicando aqui. Os interessados devem se inscrever na Página do Candidato da Central de Seleção do IFMS. 

Nas três seleções, metade das vagas é reservada a candidatos que estudaram em escola pública. Desse total, há cotas para quem comprovar renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, aos que se autodeclararem pretos, pardos e indígenas, e a pessoas com deficiência. No caso específico da seleção para graduação, também há vagas reservadas para quilombolas.

Dúvidas devem ser encaminhadas para o e-mail [email protected] (Editais nº 086 e 087/2023) ou [email protected] (Edital nº 021/2024).

*Informações da assessoria do IFMS.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas