Três Lagoas, 20 de setembro
33º C
(67) 99229-0519
JPNEWS: CONQUISTA SEGUROS BONIFICAÇÃO CONTRATO 37546

Motociclista morre em acidente e caso será investigado

No local havia apenas o corpo da vítima e a moto, mas polícia investigará

Por Alfredo Neto
25/07/2021 • 01h25
Compartilhar

Jean de Oliveira Silva 29 anos morreu após sofrer uma queda de moto na madrugada deste domingo (25) na avenida Jamil Jorge Salomão, entre o balneário municipal e Três Lagoas.

A vítima que pilotava uma CG Honda 160 de cor preta, foi encontrada caída na avenida que é escura por um transeunte que ligou para o Corpo de Bombeiros, os militares do 5° GBM foram ao local e constataram que o estado de saúde da vítima era grave e pediram apoio do Samu.

O Samu Serviço de Atendimento Móvel de Urgência que constatou o óbito, a Polícia Militar foi chamada e preservou o local para o trabalho da perícia da Polícia Civil. No local não havia sinais de colisão, a moto da vítima estava do outro lada da pista com destruição total da.parte dianteira. Um laudo apontando as causas do acidente sairá em 30 dias. O caso será investigado como morte á esclarecer.

Jean estava indo para uma festa nas margens do rio Sucuriú, quando perdeu a vida no acidente.

Acrescento: Com a chegada da perícia a hipótese de colisão com outro veículo não foi descartada, alguns pontos levou o perito a não descarta essa possibilidade.

1° A destruição das bengalas (amortecedores dianteiro da moto) e a roda frotanl, estavam bastante retorcidas para trás, como se Jean tivesse batido em alguma coisa.

2° a parte traseira e lateral da moto, estavam intactas e uma queda, teria feito a moto capotar danificando o conjunto por inteiro.

3° a vítima tinha uma lesão grave no tórax (corte profundo) e face, similar aos traumas sofridos de quem colidir contra outro veículo.

4° o estribo de apoio do piloto, apenas o esquerdo havia sido arrancado da moto, mantendo o direito em posição original, para os policiais em caso de uma queda o estribo esquerdo sofreria uma torção antes da quebra.

Por não ter sido encontrado retrovisores, grade frontal, para-choque ou algo que indicasse haver outro veículo envolvido na colisão, o caso será submetido a uma investigação da Polícia Civil que apontará se a morte de Jean de Oliveira Silva foi acidental ou criminoso.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews

VEJA MAIS