RÁDIOS
Três Lagoas, 29 de junho

Simone Tebet votou a favor das principais pautas econômicas do governo Bolsonaro

Confira a coluna Observatório da edição do Jornal do Povo

Por Da redação
04/06/2022 • 09h00
Compartilhar

Pré-candidata à Presidência pelo MDB, a senadora Simone Tebet (MS) votou a favor das principais pautas econômicas do governo Jair Bolsonaro (PL). Entre elas, a reforma da Previdência, a autonomia do Banco Central, o Novo Marco Legal do Saneamento Básico e a Lei da Liberdade Econômica.

Uma das poucas exceções de voto contra o governo na área econômica foi a Medida Provisória (MP) que abria caminho para a privatização da Eletrobras. Embora seja favorável à venda da estatal, a senadora diz não concordar com as mudanças feitas no Congresso no projeto — os chamados “jabutis”.

DISPUTA

JPNEWS: BANNER SICOOB NOSSO DE 06.04 A 05.07 - BONIFICAÇÃO PI 131.73
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por falar na senadora, o ex-ministro Carlos Marun garantiu que a candidatura de André Puccinelli não está em discussão, em troca de apoio do PSDB a candidatura de Simone Tebet à Presidência em Mato Grosso do Sul.

CANDIDATURAS 

Em Três Lagoas, são pré-candidatos a deputado federal e estadual: Jorge Martinho (federal), Gilmar Garcia Tosta (estadual), Cassiano Maia (federal), Vera Helena (estadual), Adriano Barreto (estadual), Renée Venâncio (federal), Fabrício Venturoli (estadual), José Mirancar (estadual), Vilma Lara (estadual) e Marisa Rocha (federal). 

ORÇAMENTO

Começou a tramitar na Assembleia Legislativa o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2023. O texto de autoria do Poder Executivo Estadual prevê para o primeiro ano do próximo gestor uma receita de R$ $ 22,03 bilhões.

O valor é 19,24% maior do que o orçamento que encerra o mandato do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews