RÁDIOS
Três Lagoas, 19 de julho

Atletas de Três Lagoas conquistam 6 medalhas no Campeonato Estadual de Atletismo

Município esteve na disputa com cinco alunas do projeto de atletismo da Sejuvel

Por Kelly Martins
22/11/2021 • 16h22
Compartilhar

Três Lagoas ganhou destaque no Campeonato Estadual FAMS de Atletismo, em Campo Grande. No sábado (20) e domingo (21), atletas de praticamente todo Mato Grosso do Sul estiveram na capital para disputar o campeonato na categoria adulto. Três Lagoas esteve na disputa com cinco alunas do projeto de atletismo da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejuvel), em que todas conquistaram medalhas em suas categorias.

A consagrada Ana Laura Cordeiro estabeleceu novo recorde estadual (adulto) e foi a grande vencedora nas provas dos 400 metros com o tempo de 1’01”1 (1 minuto, 1 segundo e 1 milésimo) e nos 800 metros com 2’24”1 (2 minutos, 24 segundos e 1 milésimo), ficando entre as oito melhores do Brasil na categoria Sub-18. Vale considerar que Ana Laura tem apenas 16 anos e competiu com concorrentes com maior idade e experiência nas pistas.

Monique Anacleto não ficou atrás e conquistou duas medalhas de ouro, sendo no arremesso de peso, atingindo a marca dos 11,46 metros e no lançamento de disco com 35,74 metros. Nas mesmas provas, a Camila Inês também subiu ao pódio e garantiu a medalha de bronze no lançamento de disco e o 4º lugar no arremesso de peso.

Quem também trouxe o bronze foi Nathalia Felipe no arremesso de peso e ficou na 4ª colocação, no lançamento de disco. Fechando o quadro, Mirielen Ferreira ficou em 5º lugar na prova dos 100 metros, com a marca de 13 segundos e 9 milésimos.

Com isso, Ana Laura e Camila se preparam para representar a cidade no Estadual de Atletismo sub-20, nos dias 18 e 19 de dezembro em Campo Grande.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas