RÁDIOS
Três Lagoas, 16 de junho

Três Lagoas faz 109 anos: polícia militar já atuava na região antes da fundação do município

A sexta reportagem especial sobre o aniversário de Três Lagoas aborda sobre segurança pública; confira

Por Israrel Espíndola
10/06/2024 • 09h49
Compartilhar

Os relatos históricos narram que a Polícia Militar do então estado de Mato Grosso sempre se fez presente no distrito de Três Lagoas, que pertencia a Paranaíba, com a missão de manter a ordem e a segurança, num efetivo bem menor se comparado com os dias atuais.

Foram tempos difíceis, mesmo com o progresso que chegava pela linha férrea da Noroeste do Brasil, no município. Bandoleiros, invasores e salteadores também desembarcavam por essas terras. Mas foram através dos bravos e corajosos policiais militares que, incansavelmente, a ordem era mantida na recém fundada Três Lagoas.

O atual comandante do 2° batalhão de Polícia Militar, major Ronaldo Moreira, relembrou que para se garantir a segurança e a ordem muitos policiais lutaram incansavelmente contra criminosos. “Há relatos no livro de Ubaldo Monteiro, que entre 1993 e 1997 policiais foram mortos por criminosos, inclusive, que tentaram roubar o armamento no quartel”, lembrou.

JPNEWS: BANNER FESTIVAL BEER EM BLUES 14/05 A 06.07.2024
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polícia Militar foi criada em 5 de setembro de 1835, com a denominação de homens do mato. Nesta história, é importante ressaltar que o estado de Mato Grosso era imenso e a locomoção era muito precária, mas mesmo com as dificuldades para se locomover, a polícia sempre teve seu efetivo nas terras das águas.

Se hoje a Polícia Militar conta viaturas potentes e equipadas, nos primórdios a situação era bem diferente. Segundo relatos, na época, policiais militares precisavam usar carvalhos e até andar a pé, dias após dias, para efetuar uma prisão.

E em muitos casos, sangue foi derramado para manter a ordem na região, como em um episódio no município de Bauru, que teve uma ordem emitida para limparem e tirarem das ruas os desocupados, que foram mandados de trem para Três lagoas.

Os anos foram se passando, mais tarde, com o advento da república, homens do mato passaram a denominar-se ‘força pública’, conservando essa denominação até 1.934, quando passou a denominar-se “força policial militar”.

Com a divisão do estado e criação de Mato Grosso do Sul, pela lei complementar nº 31, de 11 de outubro de 1977, criou- se também a Polícia Militar do estado do Mato Grosso do Sul, que estaria emancipada a 1º janeiro de 1979, na cidade a polícia também ganhava um quartel.

A história narra que os policiais utilizavam de residência em vários bairros de Três Lagoas como destacamento. Em 8 de novembro de 1972 teve enfim seu primeiro quartel, onde hoje é a Junta Militar.  

Antônio Paulino da Silva, que entrou na Polícia Militar em 1964, contou que os tempos difíceis e perigoso ficou no passado e relembrou como era ser policial naquela época. “Três Lagoas não tinha muito problema de criminalidade. Era uma cidade bem pacata. A companhia era entre 30 a 40 policiais militares”, relembrou.   

A Polícia Militar tem um papel fundamental nestes 109 anos de Três Lagoas. Homens e mulheres que optaram em ser policiais, e colocam suas próprias vidas para manter a segurança da família três-lagoense.

Veja na reportagem abaixo: 

Confira abaixo outras reportagens especiais sobre os 109 anos de Três Lagoas:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de JPNews Três Lagoas