RÁDIOS
Campo Grande, 30 de junho

Comemoração de aniversário da capital seria "fake news"

Bisneto do fundador de Campo Grande apresenta documentos seculares para comprovar os fatos

Por Lígia Sabka / Gerson Wassouf
22/06/2022 • 14h15
Compartilhar

A data de fundação de Campo Grande vem sendo comemorada todos os anos em 26 de agosto, mas, de acordo com o pesquisador e jornalista Edson Contar, que também é bisneto de José Antônio Pereira, fundador da cidade, houve um erro na interpretação das datas festivas. Em um artigo divulgado nas redes sociais, Contar fala em descaso com os registros históricos da capital sul-mato-grossense.

Os documentos antigos, divulgados pelo pesquisador comprovam que Campo Grande foi elevada à categoria de Vila de Campo Grande no dia 26 de agosto de 1899, conforme a Resolução Estadual nº 225, do antigo Estado de Mato Grosso. Já a fundação da cidade data de 21 de junho de 1872, quase trinta anos antes de se tornar uma vila, quando começou o povoamento às margens dos córregos Prosa e Segredo.

Outro documento datado de 1889, dezessete anos após a chegada da comitiva com o fundador de Campo Grande, traz o registro da elevação do então povoado de Santo Antônio de Campo Grande à categoria de Freguesia, conforme a Lei Estadual  nº 792. Nessa época, o povoado pertencia geograficamente ao município de Miranda. Somente em 16 de julho de 1918 a então Vila de Campo Grande passou a ser denominada como cidade de Campo Grande.
 

Edson ContarEdson Contar, pesquisador e bisneto do fundador de Campo Grande

"Vão matando a verdadeira história, o que seria o mesmo que dizer que o Brasil só existe como território a partir da independência, em 1822, e não a partir de 1500, apagando a sua existência como colônia. Na linguagem moderna, é uma fake news que se fez da história de Campo Grande... Essa fundação tem que ser contada certa.", desabafa o bisneto. 

A última comemoração oficial, em agosto do ano passado, marcou os 122 anos de Campo Grande. Se a data de 21 de junho de 1872 for considerada, Campo Grande completou nessa terça-feira, 150 anos de fundação. Nas palavras de Contar, uma cidade que deveria ter comemorado ontem seu sesquicentenário.

Ele também recorda que durante a década de 70, a data correta fez parte das comemorações oficiais da fundação da cidade. " Fizeram certo os festejos do centenário de Campo Grande em 1972, exatamente 100 anos de fundação de Campo Grande. Já em 1999, houve outro festejo de centenário, mirando na data já da elevação de Campo Grande à categoria de Vila. Quer dizer, festejou um centenário, de 1899, em 1999, o que está está certo. Mas o nome que se deu àqueles festejos foi o do centenário de fundação de Campo Grande, outra vez... já tinha feito em 1972", relata.

A polêmica chegou ao Insituto Histórico e Geográfico de Campo Grande. Um dos representantes do Instituto, Heitor Freire, defende a revisão da data de fundação para que a verdadeira história seja contada às atuais e novas gerações.

"Esse erro vem sendo cometido por falta de informação... O que acontece é que a versão do fato acaba sendo mais importante que o fato. Passou-se a considerar o 26 de agosto como data de fundação da cidade. E é um fato que não é verdadeiro. É assim que a história se conta, infelizmente. Mas a verdade é essa, fundação de Campo Grande em 21 de junho de 1872", enfatiza Freire.

A Câmara Municipal de Vereadores de Campo Grande informou que os documentos serão enviados para o setor de Apoio Legislativo onde técnicos farão uma análise dos fatos.

A nossa reportagem também solicitou um posicionamento à prefeitura da capital e aguarda o retorno das informações.


 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande