RÁDIOS
Campo Grande, 25 de fevereiro

Combate à desinformação: MS terá o 1º Fórum MIDIACOM

Evento traz abordagem inédita sobre os hábitos de consumo de mídia em Mato Grosso do Sul

Por Isabela Duarte
16/11/2023 • 10h00
Compartilhar

A Associação das Emissoras de Rádio e Televisão de MS (AERMS), realiza no dia 24 de novembro, o 1º Fórum MIDIACOM-MS. O tema é “Impactos da desinformação e consumo de mídia em MS”, com objetivo de debater e buscar caminhos no combate à desinformação. 

A programação do MIDIACOM-MS apresentará, pela primeira vez, um panorama sobre os impactos da desinformação e consumo de mídia na vida dos sul-mato-grossenses. O evento será aberto ao público em geral, com abertura oficial feita pelo presidente da AERMS, Antonio Alves, acompanhado pelo Presidente da ABERT, Flávio Lara Resende.

Fórum terá início às 19h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, auditório Germano Barros de Souza, localizado na Av. Waldir dos Santos Pereira, Parque dos Poderes.

CBN: BANNER CBN GUARUJA AGRO
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Programação

A primeira palestra, com início às 19h30, contará com a presença do presidente da ANJ - Associação Nacional de Jornais, Marcelo Rech. Com o tema “Os impactos da desinformação”, a discussão trará à tona as consequências da propagação de conteúdos falsos. 

Na sequência, a palestra “Rádio e TV na era digital”, conduzida por André Dias,  vice-presidente do MIDIACOM do Rio de Janeiro, abordará sobre as mudanças na área tecnológica e como se adaptar neste meio. 

E para finalizar, a SECOM/MS apresentará um panorama abrangente sobre os hábitos de consumo de mídia do sul-mato-grossense. A apresentação abordará as preferências de mídia, meios e plataformas mais utilizadas e as mudanças ao longo do tempo, oferecendo uma visão aprofundada do cenário midiático local.

O 1º MIDIACOM-MS, conta com instituições parceiras, como o Governo de MS, Assembleia Legislativa de MS, Tribunal de Contas/MS, Tribunal de Justiça/MS, Sistema Famasul, Ministério Público de MS e Sebrae. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Mais de CBN Campo Grande